Digite a palavra-chave

Brasil: Fundação Stickel promove curso de fotografia para deficientes visuais

Com o objectivo de aliar a qualificação profissional à inclusão social de pessoas com deficiência, a Fundação Stickel, entidade que actua na Brasilândia (Zona Norte de São Paulo), irá promover um curso que possibilitará que deficientes visuais aprendam a tirar fotografias. As inscrições são gratuitas e já se encontrão abertas.

O Projecto, denominado “24 Horas de Olhar Universal”, terá inicio no dia 25 de Outubro e é fruto de uma parceria com a Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência. A iniciativa tem como ponto de partida a iniciação das pessoas com deficiência visual na arte de fotografar. Os alunos serão divididos em pares mistos, um aluno com e outro sem deficiência, que por sua vez aprenderão métodos especiais para descrever as paisagens à sua frente, a fim de poderem auxiliar os colegas com deficiência visual. Posteriormente, algumas fotografias irão ser reveladas em relevo e com texturas, de modo a que todos possam avaliar o resultado dos seus trabalhos.

Os participantes também irão ter a oportunidade de partilhar experiências com o reconhecido fotógrafo Arnaldo Pappalardo e a formação em áudio-descrição será ministrada pela professora Lívia Maria Villela de Mello Motta, doutorada em Linguística Aplicada e Estudos da Linguagem, actuante tanto na área de treino de professores para a escola inclusiva, como na inclusão cultural das pessoas com deficiência visual.

O curso, que decorrerá até Dezembro, será realizado nas dependências didácticas da Fundação Stickel, na Casa de Cultura e as inscrições podem ser feitas na Casa de Cultura da Brasilândia (Praça Benedita Cavalheiro s/n) e na Secretaria dos Direitos da Pessoa com Deficiência (Av. Auro Soares de Moura Andrade, 564 – Portão 10, Barra Funda). A turma será composta por 16 alunos.

A Fundação Stickel:

Fundada em 1954, através da actuação social e assistencial do casal Martha e Erico Stickel, a Fundação Stickel teve como proposta inicial atender crianças carentes afectadas pela tuberculose.

Posteriormente, a vocação da entidade foi revista e focada no fomento à arte contemporânea brasileira e no desenvolvimento de comunidades com altos índices de vulnerabilidade social.

Actualmente, a Fundação realiza diversas acções voltadas à promoção de trabalhos de artistas em ascensão no campo da fotografia, gravuras e outras artes, que, em contrapartida, disponibilizam os seus conhecimentos aos jovens da Brasilândia, ministrando ateliês e workshops, em parceria com a Fundação.

A instituição investe ainda em programas voltados à geração de renda para a comunidade da Vila Brasilândia, como o “Jovens de Talento” e “Mulheres de Talento”, possibilitando aos assistidos pelos projectos oportunidades de inserção social pelo trabalho e pelo acesso à cultura (www.fundacaostickel.org.br).

Informações:

ADS Assessoria de Comunicação Ltda.

Nilton Sergio E-mail: niltons@adsbrasil.com.br

Tel: (11) 5090-3031/ (13) 9781-3751

Link da Publicação: http://www.ajudas.com/notver.asp?id=4677