Digite a palavra-chave

Curso de fotografia para deficientes visuais

O Projeto 24 Horas de Olhar Universal pretende ensinar técnicas fotográficas para deficientes visuais e demais interessados. O curso acontece na Casa de Cultura Brasilândia, e para celebrar seu início houve um coquetel com a presença dos parceiros.

A iniciativa do curso só foi possível devido à parceria da Fundação Stickel com a Secretaria Estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência. O presidente da fundação, Fernando Stickel, afirmou: “para que ocorram projetos como esse, é necessário que haja uma maior interação de diversos setores da comunidade. O principal é colaborar e não tentar só plantar a sua bandeira. Existem diversas entidades, ONGs, empresas, querendo realizar o mesmo projeto. É mais fácil se elas se unirem”.

O professor de fotografia e jornalista Teço Barbeiro, disse que o curso é para que os alunos possam aprender como fotografar e transpor através de fotos o que o deficiente “viu dentro de sua cabeça” na hora que a foto foi tirada. “O ângulo, enquadramento e luminosidade podem ser percebidos através de outros sentidos como a audição, tato, cheiro”, afirmou Barbeiro.

Os alunos terão condições de avaliar o resultado de seus trabalhos, já que algumas fotos serão reveladas com texturas por meio de um método especial. Para Barbeiro, as técnicas de enquadramento e a “regra dos terços” (regra básica de posicionamento de foto), não têm muita importância. “A fotografia é relativa, sendo que a foto terá o mesmo peso que uma bem enquadrada”, afirmou o professor.

Minudencias
@ O evento de abertura teve a presença da secretária estadual dos Direitos da Pessoa com Deficiência, a médica Linamara Rizzo Battistella, e do coordenador de Cultura da subprefeitura Freguesia/ Brasilândia, Rubens Morais.
@ A Fundação Stickel tem desenvolvido projetos culturais importantes na Brasilândia que, além de ser o distrito mais populoso (quase 300 mil habitantes) é considerado o de maior vulnerabilidade social na ZN.
@A Casa de Cultura Brasilândia foi cedida à Fundação Stickel para realizações de cursos voltados para a comunidade local, mas ainda é administrada pela subprefeitura.
@ Além do curso de fotografia, a Casa de Cultura Brasilândia oferece outros cursos. Endereço: Praça Benedicta Cavalheiro, s/nº (ao lado do Telecentro). Para informações sobre os cursos: 3922-7664.

Link da Publicação: http://www.znnalinha.com.br/brasilandia/html/foto.php