Digite a palavra-chave

Eventos

Brasilianas visitam a exposição Desenho de Fibra, no museu A CASA

Brasilianas visitam a exposição Desenho de Fibra, no museu A CASA

O grupo de costura Brasilianas visitou A CASA museu do objeto brasileiro para prestigiar a exposição Desenho de Fibra, no dia 16 de novembro, concebida a partir do livro Desenho de Fibra: artesanato têxtil no Brasil (editora Senac) escrito pelo designer e artesão têxtil Renato Imbroisi e Maria Emilia Kubrusly.

A mostra exibe 25 anos de trabalho do designer dedicado a conexão do design às técnicas básicas do artesanato têxtil: tecelagem, rendas, cetarias, bordade e crochê. Apresenta sua atuação junto a associações de artesãos e pequenas empresas a grupos de produção independentes, sem formalização. A curadoria para a exposição se pautou pela longevidade dos projetos, possível a partir da junção bem sucedida entre design e artesanato. “Dentre os diversos projetos dos quais já participei, selecionamos alguns que tiveram importância em continuidade, que permanecem até hoje. Muquém, em Minas Gerais, por exemplo, existe há 25 anos. Outros há 10, 15 anos. Em todos eles, houve o aprendizado do desenvolvimento do produto, e os artesãos exercitam isso até hoje com algumas pequenas modificações. O que mostro na exposição é justamente qual foi a essência maior de desenvolvimento de produtos”, explica Renato.

Renato Imbroisi já coordenou cerca de 140 projetos de desenvolvimento de artesanato em 23 estados do Brasil, além de trabalhos no exterior, em Moçambique e São Tomé e Príncipe, Itália e Japão.

O grupo ficou encantado ao ver belo objetos feitos com técnicas que dominam como o crochê e tricô. Durante a visita, conversaram com a arte-educadora Adriana Ezabella e a designer Anna Vörös sobre essa junção do trabalho artesanal com a atuação de um designer e relembraram as experiências que tiveram com o designer André Cruz. No fim, saíram empolgadas com as novas idéias e vibrantes para começar a trabalhar.