Digite a palavra-chave

Eventos

Um Olhar Sobre a Brasilândia 2012

Um Olhar Sobre a Brasilândia 2012

Artistas: Alunos da 3ª turma do curso Um Olhar sobre a Brasilândia
Curadoria: Arnaldo Pappalardo e Lucas Cruz
Período: 15 de setembro a 15 de outubro de 2012
Local: Fábrica da Cultura da Vila Nova Cachoeirinha
Rua Franklin do Amaral,1281 São Paulo
Horário: de terça a sexta 9:00 às 17:00 / sábado 12:30 às 17:00

A exposição Um Olhar sobre a Brasilândia apresentou 109 fotografias produzidas por alunos do curso de mesmo nome realizado pela Fundação Stickel no segundo semestre de 2011, na Casa de Cultura da Brasilândia.

Participaram com seus trabalhos Antonio Soares Coutinho, Caroline Soares de Oliveira, Claudia de Souza Araújo Navarro, Gilberto Cezar, Gizeli Cristina Fernandes, Guilherme Ribeiro de Santana, Henrique Furtado Brandassi, Isis Maia Bello de Oliveira, José Carlos Vitorino, Leonardo de Paula Silva, Lucia Helena Macedo, Luiz Alberto Paulino, Margarete de Cássia Neves, Maria do Carmo da Silva Filha, Mayara dos Santos Francisco, Rosa Maria Peres Horta, Rosineide da Silva Lacerda e Walter José Antoqnetti.

As imagens são da Brasilândia e foram tiradas em curso com o fotógrafo Arnaldo Pappalardo e o publicitário Lucas Cruz, promovido pela Fundação Stickel.

Olhar A Brasilândia – Inventar A Brasilândia

Em cada fragmento fotográfico extraído de nossas vidas sempre existirá “o quê” vemos, que nada mais é do que o assunto propriamente dito, e o “como” vemos, ou seja, a utilização mais profunda do que chamamos olhar.
Para exemplificar, analisemos uma foto 3X4 em um docu¬mento e outra foto da mesma pessoa feita por um ente querido. Possivelmente no primeiro caso a ênfase da imagem estará em “o quê” se foto¬grafa e na segunda em “como”.

Esta exposição tem a ambição de mostrar a Brasilândia por um viés poético, privilegiando-o “como” vemos. Assim, convidamos o observador a brincar com as imagens como se fossem peças de um quebra-cabeça composto por coisas de nosso cotidiano: ruas, grafites, animais, cenas domésticas, quintais, uma festa de casamen¬to, detalhes de uma árvore, imagens extraídas de televisão, etc.

Desejamos que cada um participe desse jogo mergulhando no universo de cada fotografia e criando diferentes relações entre elas, tanto com as imagens vizinhas quanto com qualquer outra imagem do conjunto, sem fazer distinções…

Como um ilusionista que faz aparecer objetos na palma de sua mão, queremos que o ob¬servador crie, através de seu olhar, seu mundo mágico da fotografia, revelando para si muito mais “coisas” do que a aparência do primeiro contato.

Embarque nesta “viagem imagética”, não ap¬enas pela Brasilândia que está aqui fora, mas por aquela que transpassa este conjunto de fotografias. Para que, a partir dessa relação ativa, possamos inventar muitas Brasilândias.

Arnaldo Pappalardo & Lucas Cruz

Confira o catálogo da exposição e + fotos:

http://www.facebook.com/media/set/?set=a.571690396185143.1073741827.488217591199091&type=3